Notícias & Publicações
2016/01/03
Publicações Económicas

Panorama: Comportamento de pagamentos no ambiente de negócios na China.

Panorama: Comportamento de pagamentos no ambiente de negócios na China.

Desde 2003, a Coface tem conduzido pesquisas anuais sobre o comportamento de pagamentos no ambiente de negócios na China. Em 2015, o termo médio de crédito oferecido por empresas sediadas na China diminuiu novamente, refletindo uma abordagem mais prudente para a concessão de linhas de crédito para os clientes. A experiência geral de pagamento na China deteriorou-se e manteve-se muito desafiadora em 2015. Isto pode ser verificado, por meio de 80% dos entrevistados que relatam experiências em atraso, 58,1% com um aumento em valores em atraso em relação ao ano passado e 17,9% com aumento da quantidade de atrasos longos (mais de 180 dias) superior a 5% do seu volume de negócios anual.  Isto está em linha com o aumento de empréstimos bancários inadimplentes, um número crescente de falências de empresas e a deterioração dos negócios e da confiança dos investidores. Além disso, a dívida privada ainda está crescendo mais rápido do que o PIB, com dívidas detidas pelo setor privado não financeiro em 201% em junho de 2015.

Há crescentes preocupações sobre a trajetória futura da economia chinesa, como refletido pela volatilidade nos mercados de ações, as saídas de capital e as pressões sobre a taxa de câmbio. Um número crescente de empresas (57,9% em 2015, contra 48,4% em 2014) acredita que a desaceleração da economia chinesa vai afetar padrões de pagamento de seus compradores em 2016. O crescimento do PIB de 6,9% da China em 2015 foi o mais baixo em 25 anos, enquanto a previsão da Coface de 6,5% em 2016 seria mais um recorde. A dinâmica está em uma tendência de queda, devido ao processo de reequilíbrio e baixa demanda global. Ao mesmo tempo, as empresas na China estão enfrentando crescentes desafios, como a alta alavancagem com custos elevados de financiamento (apesar de flexibilização da política monetária), baixa rentabilidade impulsionada por grandes excessos de capacidade em alguns setores e volatilidade nos mercados de câmbio e de ações. Medidas monetárias não têm sido muito eficazes em 2015 e a Coface espera mais pacotes de estímulo em 2016, como as autoridades chinesas se esforçam para evitar uma aterragem dura.

O setor da construção parece ser o maior risco e a situação está deteriorando rapidamente. 28,3% de suas vendas a crédito estão em atraso por mais de 150 dias e 57% dos entrevistados do setor têm mais do que 2% do seu volume de negócios impactado por títulos vencidos com mais de seis meses. Metal e IT, respectivamente, 13% e 15,2% das vendas de crédito vencido com mais de 150 dias - enquanto telecomunicações também está sob pressão. Outros setores estão em melhores condições, mas mesmo os setores relacionados às despesas familiares, como o varejo e automotivo, estão tendo uma deterioração em suas experiências de pagamento.

 

Faça o download do Panorama: China corporate payment survey.   
  • Payment survey background
  • Corporate payment experience in 2015
  • 2016 - Adjustment process is still underway
  • Sectorial analysis: No one spared
Transferir esta publicação : Panorama: Comportamento de pagamentos no ambiente de negócios na Chin... (752,95 kB)

Contacto


Brazil

Carolina ALMEIDA
Tel: +55 115509-8521
Email: carolina.almeida@coface.com

Início
  • Portugese