Notícias

Pesquisa sobre histórico de Pagamento das empresas na Alemanha

2016/13/09

O primeiro estudo sobre histórico de pagamentos na Alemanha realizado com mais de 850 participantes, demonstra que apesar da sólida economia do país, aproximadamente 84% das empresas são afetadas com os atrasos nos pagamentos. No entanto, a situação positiva das empresas no país é refletida na ligeira redução do montante faturado em relação ao ano passado. Os atrasos nos pagamentos, para as empresas pesquisadas, permanecem dentro de um prazo gerenciável. Potenciais riscos de liquidez são decorrentes de dívidas vencidas á muito tempo, sendo, portanto, relativamente baixos.

ler mais

A indústria farmacêutica nos Estados Unidos

2016/12/09

A indústria farmacêutica nos Estados Unidos enfrenta dois cenários para seus negócios: O “Otimista” e o “Pessimista”.

• A Lei de Proteção e Cuidado ao Paciente (ACA) ajuda a balancear a relação entre seguradoras e segurados, mas não aborda o problema dos preços.
• Eleições presidenciais nos EUA: Medidas para diminuir o preço dos remédios prescritos.
• É esperado um aumento de +9,3% nos preços de remédios prescritos ainda em 2016.
• O setor farmacêutico nos Estados Unidos foi classificado como “baixo risco”
• Uma queda nos preços é esperada no longo prazo, com consequências negativas para as empresas farmacêuticas.

ler mais

Panorama - China, uma economia de duas velocidades: existem setores que estão ganhando e setores que estão perdendo.

2016/18/08

O crescimento da economia chinesa em 2015 foi de 6.9%, é o ritmo de expansão mais lento dos últimos 25 anos. O crescimento deverá continuar lento em 2016 e 2017 e provavelmente não atingirá a meta de crescimento médio definida pelo governo de 6.5% (estabelecido no plano de 5 anos de 2016 á 2020). As reformas estruturais em andamento na China mudaram o foco para serviços e consumo, acentuando o contraste dentro do país. A divisão entre os setores ganhadores e perdedores estão ligadas ao crescimento á médio e longo prazo, as políticas publicas e as demandas estruturais.

ler mais

Panorama – Emirados Árabes Unidos: Uma nova era com crescimento mais lento.

2016/07/07

A economia dos Emirados Árabes Unidos é a mais diversificada dentre a região do Golfo Pérsico. Essa diversidade se tornou especialmente importante desde meados de 2014 com a forte queda no preço do petróleo. Apenas 30% do PIB e aproximadamente 20% das exportações vieram das receitas de hidrocarboneto em 2015. Esta diversidade econômica tem feito com que o país seja menos vulnerável ao choque no preço do petróleo.
Entretanto, esta situação não torna o país totalmente imune às quedas no preço da energia e petróleo. O governo implantou medidas fiscais que poderão reduzir o ritmo de crescimento do consumo privado.

ler mais
Todas as notícias
  • Portugese